sábado, 23 de março de 2013

Vídeo — BOLO DE BACIA


16 comentários:

  1. É como diz a Jéssica, ahahhaha.
    Bom fim de semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. É o seu poema de que mais gosto: muito bem fechadinho. Merecia mesmo ser regravado, hem, para que o início dele ficasse mais claro na sua fala, no video. Aliás, que sotaque delicioso você tem!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Poema bonito, direto, muito bem sacado, com o apelo visual adequado, sempre gostei desse vídeo...é por conta de coisas desse quilate que, graças aos deuses, se é que eles existem, Paulo Leminsk vendde mais do que o chorume do 50 tons de cinza...

    Muita paz, cajuíno amigo!

    ResponderExcluir
  4. Limerique

    Era poeta que usava chapinha
    Que para o mundo disse a que vinha
    Mas com cabelo assim
    Dado a fazer motim
    Fugia então de qualquer chuvinha.

    ResponderExcluir
  5. frustradíssima sem cx de som. Merda mil vzs!

    cabelo, cabeleira e chapinha que vá pro diabo

    Bj, meu poeta arretado

    ResponderExcluir
  6. É meu chapa a chapinha está um primor! E quem falou em loucura, isto é lucidez!
    Abr.,

    ResponderExcluir
  7. Hahaha, genial. :)

    Uma ótima semana, seja chuvosa como esse domingo ou não!

    beijos

    ResponderExcluir
  8. Muito bom! Adorei. A chuva, o cabelo, a voz.
    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Adorei a performance dos versos! Rsrsrs...

    Bjos

    ResponderExcluir
  10. Bom de verdade, pena que acabou tão rápido! Meu abraço.

    ResponderExcluir

Salve, salve, camarada!
O Sábados de Caju
escuta o que pensa cada,
podem contar quaisquer fatos;
se a prosa for prolongada:
tem a sessão de Contatos!