sábado, 30 de março de 2013

ECOS FALSOS


Não são ruídos do Além-Terra,
erra quem pensar em Marte:
arte da imaginação,
são ruídos que surgem quando
ando aspirando por ti;
timidamente não nego:
egoísta, fico ao seu lado
adorando teu perfume.
     

28 comentários:

  1. Ecos falsos encontrar-se-á no e-book F L O y D, em breve, disponível para download no blog.

    ResponderExcluir
  2. adorando teu perfume...

    Ah!! o amor....

    Um beijo!!!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns meu irmão... sou um admirador de seus pormas.

    ResponderExcluir
  4. admiração que falsamente ecoa.

    esse é o típico egoísmo "saudável". rs.

    muito bem,sempre nos trazendo reflexão.

    beijos

    ResponderExcluir
  5. ''egoísta, fico ao seu lado
    adorando teu perfume.''

    Esse egoísmo também me abrange.

    ResponderExcluir
  6. É daqui o perfume, mesmo que nos leve a outros mundos! :-)

    Bjus, Fred

    ResponderExcluir
  7. Limerique

    Era poeta que cheirava cogotes
    Gostar de perfumes era seu mote
    Mas passou das medidas suas
    Passou a cheirar moças na rua
    Para deixar disso só no chicote.

    ResponderExcluir
  8. O amor sem perfume é impensável, ainda que...
    Abr.,

    ResponderExcluir
  9. O perfume faz parte do amor, mesmo que não exista.

    Um beijo, Fred.

    ResponderExcluir
  10. Limerique

    Garota perfumada cheia de viço
    E Caju querendo mostrar serviço
    Chegou-lhe às costas
    Assim que tu gostas?
    E pôs-se a cheirar-lhe o toutiço.

    ResponderExcluir
  11. Feliz Páscoa, amigo!
    Que seja doce em afetos e que se renove o que de melhor existe em cada um de nós.

    ResponderExcluir
  12. O amor é forte... até acelera a respiração...
    Belo poema, gostei.
    Caro amigo, tem uma boa Páscoa.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  13. Belo encanto trouxe o perfume!!Parabéns!
    Desejo-lhe Feliz Domingo de Páscoa!
    Que possamos renascer na esperança
    de um novo dia, de um novo amanhã,
    de uma nova vida!!
    Beijos, Vilma

    ResponderExcluir
  14. Perfume e amor, combinação bombástica!
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  15. egoisticamente falando: quero teus perfumes!!!!!
    bj, Caju poeta

    ResponderExcluir
  16. o olor emana na pele da palavra,


    abraço

    ResponderExcluir
  17. Amigo

    Te incentivo: "[...]egoísta, fico(a) ao seu lado [...]
    Doutro modo podes perder a corrida.


    Abraços



    SOL

    ResponderExcluir
  18. Que bonito!
    Romantismo sem pieguice...

    Bjo

    ResponderExcluir
  19. A arte da imaginação
    Para poucos!

    Bela declaração de amor!

    ResponderExcluir
  20. Muito bom, Fred, praticar essa forma de egoísmo, deixando um belo poema como resultado. Meu abraço.

    ResponderExcluir
  21. Às vezes sao ecos falsos,
    noutras, silêncios verdadeiros.

    ResponderExcluir
  22. cheiro bom de quem nos conforta.

    ResponderExcluir
  23. amor marciano de raiz mentalmente olFATÍDICA

    ResponderExcluir
  24. Interessante a inversão:

    "aspirando por ti e adorando o perfume".

    E vice versos.

    ResponderExcluir

Salve, salve, camarada!
O Sábados de Caju
escuta o que pensa cada,
podem contar quaisquer fatos;
se a prosa for prolongada:
tem a sessão de Contatos!