sábado, 24 de novembro de 2012

POEMETO PRA HERMETO


Um dia faço.
Eu prometo.
     

35 comentários:

  1. Originalmente publicado em: CRONISIAS (08/07/2012).

    Poemeto pra Hermeto encontrar-se-á no e-book F L O y D, em breve, disponível para download no blog.

    ResponderExcluir
  2. Bem feito, mas, com o defeito político. Meu abraço.

    ResponderExcluir
  3. Limerique

    Pois com Fred Caju faço dueto
    É impraticável fazer soneto
    Sobre esse Pascoal
    Grande fera, afinal
    Compositor, arranjador Hermeto.

    ResponderExcluir
  4. ora, Faça mais
    bem mais que dois quartetos
    e dois tercetos

    ResponderExcluir
  5. hehe

    PS: Ficou massa o novo layout! =)

    ResponderExcluir
  6. Ahahaha vou esperar...

    A propósito, gostei disso: "É poeta mas não sabe andar de bicicleta".
    Original! :)

    Beijos e flores.

    ResponderExcluir
  7. Eu gosto disso!!! Se tivesse twitter, eu tuitava. Se tivesse Face, eu corava. Meu abraço.

    ResponderExcluir
  8. Olá, amigo Fred!

    Homenageio Hermeto,
    Pois, em assunto de música,
    Também me intrometo.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Amigo Fred, gostaria que passasse no meu blog e desse uma cassetada no pudim de jiló. Um abração.

    ResponderExcluir
  10. Faz bem em falar de música, porque os poetas entendem disso.
    Abraço grande.

    ResponderExcluir
  11. Hermeto é meu conterrâneo, nasceu numa cidadezinha perto da minha.

    Pois então, faça-o poema.

    ResponderExcluir
  12. Hihihi
    vou querer ver!


    =)

    boa semana pro cê!

    ResponderExcluir
  13. Que esse "um dia" possa ser determinado. Abraços!

    ResponderExcluir
  14. Genial, Fred!

    obs: mudando de saco.. sabe que esse blog ficou da cor dos taxis de porto alegre?

    ResponderExcluir
  15. rsrs
    sensacional em tão poucas palavras; rico em rimas e trocadilhos.

    beijo

    ResponderExcluir
  16. Genial!!!!
    Adoro essa cabeça de poeta porreta!
    bjão

    ResponderExcluir
  17. num dia prometo, no outro também.

    adorei!

    ResponderExcluir
  18. Há um novo horizonte: o das promessas.
    Abr.,

    ResponderExcluir
  19. Poeta Caju

    Versos, os faz como poucos
    Da palavra fez-se atleta
    E ainda descola uns trocos
    Voa além da lucidez dos loucos
    Quanto a andar de bicicleta
    Vai, aprende, Poeta!

    S. R. Tuppan

    ResponderExcluir
  20. Um dia vou ler,
    só pra você
    saber.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  21. Um Dia... sim. Prometo!
    É usual nas desculpas da inacção que... continuará estática.


    Abraços


    SOL

    ResponderExcluir

Salve, salve, camarada!
O Sábados de Caju
escuta o que pensa cada,
podem contar quaisquer fatos;
se a prosa for prolongada:
tem a sessão de Contatos!