sábado, 28 de abril de 2012

BANANINHA COZIDA


Bananinha cozida
com açúcar e canela.
O aroma dançando
e saindo pela janela.
Talhares arrumados
de forma paralela.
Mas, cadeira vazia:
ainda falta ela.
Hoje eu vou é rezar
e visitar à capela,
escolher um santo
e acender uma vela
pra aumentar a sorte
e espantar a mazela.
Quero em meu jardim
as flores mais belas,
para fazer um buquê
tal qual uma aquarela,
totalmente colorido
e entregar pra cadela
e fingir que a amo
pr’uma foda daquelas.
Enquanto penso nisso
a banana amarela
esfria em meu prato
rodela por rodela.
     

37 comentários:

  1. Bananinha cozida encontra-se no e-book Jardim da Ausência, disponível para download no blog.

    ResponderExcluir
  2. Eis que estou aqui
    a ler a poesia bela!
    Cada verso um riso
    acabando com a mazela!
    Por tanto que gostei
    mostrei a minha parentela
    o poema que Caju fez
    com banana amarela
    Sem saber: maior a fome,
    pela fruta ou por ela?


    Muita paz, cajuíno amigo!

    ResponderExcluir
  3. Lindo poema!!

    te mandei o e-mail com o arquivo para o e-book, vc viu??

    bjos e inspirações pra ti.

    ResponderExcluir
  4. porque pensar nas coisas tolas sempre deixará os pratos vazios, quando não frios... belíssimo poema

    ResponderExcluir
  5. Belos versos e com certeza ela chegará, o atraso pode ser devido ao trânsito.Parabéns.

    ResponderExcluir
  6. Poeminha bacana
    Se ela desprezá-lo
    Dá-lhe uma banana.

    ResponderExcluir
  7. de uma beleza musical ingênua, quase infantil! lindinho mesmo!

    ResponderExcluir
  8. ciranda e divagação, quem não as tem?


    abraço

    ResponderExcluir
  9. Pra entrar no clima
    e tirar a mazela
    Valeu a pena ler este poema
    Que fizeste pra ela.

    ResponderExcluir
  10. Tá cheirando aqui no Sul,


    Bjkas

    ResponderExcluir
  11. Te ler no sábado é raridade, que quase nunca estou por aqui. Hoje cheguei bem na hora do prato! :-)

    beijos, Fred

    ResponderExcluir
  12. incrível o curso dos teus versos:
    início delicado, aromatizado.. tão sinestésico.
    e final - ainda na sinestesia - mas tão carnal e direto.

    curto muito tua lide com as palavras!

    ResponderExcluir
  13. A cadela agradece
    Toda essa ternura
    E quando ela aparece
    Sempre levanta fervura...

    Caro amigo, belo poema.
    Até me inspirou... rsrs...

    Bom domingo e boa semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  14. Pqp! esse é um poema que não amarela. Babei!
    bj gigante, meu poeta dos que mais gosto.

    ResponderExcluir
  15. eu adoro banana cozida com canela e açúcar!
    e gostei de imaginar a colheita das flores, pra dar pra cadela...

    ResponderExcluir
  16. Um poema com gosto , aroma e muito mais!

    http://alguemparaconversa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Delicia de poema
    com açucar e canela
    feito um doce prá ela
    saborear até o tema!

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Fred uma receita poética perfeita!Adorei ler-te!
    Um beijo de violetas e meu carinho

    ResponderExcluir
  19. Muito bom, Caju!
    Consegue extrair a essência das situações mais simples do cotidiano.
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  20. hahahaha! mto bom!
    espero que estejamos falando da mesma banana... :oP

    bjs, k.

    ResponderExcluir
  21. Um texto pra se comer! Adoro banana cozida com açúcar e canela!

    Bjos

    ResponderExcluir
  22. Interessante, este poema!
    Cheio de cor, de humor, e de ...banana:)

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  23. Poesia,
    ainda,
    é a melhor
    receita
    para todas
    as mazelas

    ResponderExcluir
  24. Aroma movente que nos leva a muitos estados. Muito bom.

    ResponderExcluir
  25. Que delícia de cadência. Deu mais fome de poesia.

    ResponderExcluir
  26. Muito bom! hahahaha
    Bem no seu estilo...

    ResponderExcluir
  27. Bom demais!!! Divertido, descontraído e bem escrito. Abraços.

    ResponderExcluir

Salve, salve, camarada!
O Sábados de Caju
escuta o que pensa cada,
podem contar quaisquer fatos;
se a prosa for prolongada:
tem a sessão de Contatos!