sábado, 31 de março de 2012

VALSA EXTASIADA


Se tocares em minha boca
eu não respondo por mim:
é como um começo sem fim;
e se a dança ficar mais louca
com o agrado do nosso tato,
que seja na cama, o melhor
lugar para nosso contato.

Mas se essa música parar,
sabes: não respondo o que faço,
então, não estranhe meu abraço
forte (de quase sufocar)...
E, caso venham arrepios,
que não venha preocupação:
vou te aquecer com calafrios.
     

36 comentários:

  1. Valsa extasiada encontrar-se-á no e-book F L O y D, em breve, disponível para download no blog. Há também um vídeo do poema no CAJUTUBE, vídeo este, também dísponível em Cronisias (09/04/2011) e Poetas de Marte (07/02/2011).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em tempo: a data da postagem no Poetas de Marte é 07/02/2012.

      Excluir
  2. Que otimo dançar essa valsa
    noturna
    abraços

    ResponderExcluir
  3. E a noite segue no ritmo da dança.Parabéns.

    ResponderExcluir
  4. Do[is] corpo[s] em movimento...

    Abs.,

    belo poema, no ritmo da vida...

    ResponderExcluir
  5. Guarda uma dança pra mim?

    ResponderExcluir
  6. FRED,
    Aqui de Recife de cumprimento por colocar mais um caju amigo no meu sábado. Obrigado!

    ResponderExcluir
  7. A valsa extasiada é simplesmente m a r a v i l h o s a compassando corpos ao ritmo de um gran finale !!!
    Beijos e ótimo final de semana.

    ResponderExcluir
  8. Cajuíno amigo,fico impressionado: "vou te aquecer com calafrios."
    O verso vale por todo o poema!

    Muita paz!

    ResponderExcluir
  9. o frio se cala diante desta valsa, aquecido e em êxtase



    abraço

    ResponderExcluir
  10. Lindo poema.
    O amor é o sentimento mais nobre que existe!
    Bom fim de semana querido.
    Beijos de caju =)

    ResponderExcluir
  11. Também quero dançar essa valsa,

    Sem pressa!


    *Cá lembrei de 'refrão de bolero'



    bjkas

    ResponderExcluir
  12. Muito bom Fred. Tenhas um bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  13. E eu que gosto tanto de dançar...
    Maravilhosa esta valsa.
    beijinho

    ( O que é porrada aí no Brasil? Aqui em Portugal é pancada e por isso não percebi muito bem o teu comentário lá no meu Sentidos...desculpa a ignorância kkkkk)
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Há esse tanto de delicadeza e sensualidade na valsa, né?
    Que bonito!

    Bjo

    ResponderExcluir
  15. Uns abraços sensuais e sinistros ao mesmo tempo. Amei!

    ResponderExcluir
  16. bonito a forma de amar, com prazer por aqui...sempre bom lê-lo por aqui Abraços apertados ♥

    ResponderExcluir
  17. versos de arrepios na exploração dos sentidos!
    isso lhe dá alma! essa é a diferença, aliás, o diferencial dos teus!

    ResponderExcluir
  18. Brilhante como sempre, Caju!
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  19. Vislumbrante contrato à dois.
    Admiro!

    ResponderExcluir
  20. Os gestos falam por si... Dispensam palavras!
    Quanta sensualidade, Caju!

    Bjos

    ResponderExcluir
  21. Muito bom, amigo Fred, meus parabéns. Um abraço.

    ResponderExcluir
  22. Flor da pele! "...Deixa o teu corpo entender-se com outro corpo.
    Porque os corpos se entendem..." Parabéns!

    ResponderExcluir
  23. Dança em versos....doces...quentes...
    Muito bom estar aqui lendo você. Voltarei mais vezes.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  24. Ed,,,,,, essa foi d++++ Linda.............

    ResponderExcluir
  25. Valsar é pairar entre o Céu e a Terra.
    Se assim é!...

    Parabéns

    Abraço

    SOL
    http://acordarsonhando.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  26. O corpo quando chega para valer. MUITO BOM, Caju!
    Abraço

    ResponderExcluir
  27. que dança densa, calorosa. ritmo de sentimentos acelerados. gostei

    ResponderExcluir

Salve, salve, camarada!
O Sábados de Caju
escuta o que pensa cada,
podem contar quaisquer fatos;
se a prosa for prolongada:
tem a sessão de Contatos!