sábado, 12 de março de 2011

NO MEU JARDIM, UM INTRUSO!

No meu jardim, um intruso!
Um caracol (ou caramujo?)!
Esse bicho me deixa é puto,
vou pra cozinha buscar sal,
que será o tempero mortal
para aquele pobre animal,
que servirá como refeição
ao meu jardim de estimação,
que tem a fome de um leão.
   

28 comentários:

  1. No meu jardim, um intruso! encontra-se no e-book Jardim da Ausência, disponível para download aqui mesmo no blog.

    ResponderExcluir
  2. Que do mal, Fred! Deixa o bichinho dos olhinhos esticados.

    ResponderExcluir
  3. E porque hoje é sábado, como diria o outro poeta, tem caju em tantos olhos...obrigada, amigo, pela sua generosidade. Esyá lá, no Mês das Mulheres: http://eusouagrauna.blogspot.com/2011/03/dona-maria-por-fred-caju.html

    E eu, que não sou boba nem nada, deixei pra hoje que é um dia especial ;)

    ResponderExcluir
  4. me lembrou o filme "Bravura Indômita" :)

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. "O caracol precisa comer
    O seu jardim é a refeição
    É a Natureza mostrando
    Que a sobrevivência é a questão"

    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Ouve o Guará Matos, Fred!rs

    Um abraço e um afago nos cabelos.

    ResponderExcluir
  9. Um caracol ao sol...Culpado ou inocente? Tudo depende do lado que a gente está...

    ResponderExcluir
  10. E eu que pensei que fosse um poema ecológico...

    Também gosto de gastronomia:) E de caracois, quando acompanhados de cerveja, muita:)

    ResponderExcluir
  11. hahahaha... muito divertido, acho que só não foi divertido para o pobre caracol. Tomara que lindas flores brotem nesse jardim!! ;P

    ResponderExcluir
  12. passe longe da maldade...


    rsrs
    bjsmeus

    ResponderExcluir
  13. baby, eles foram soltos no mundo pq n servem para serem comidos... triste sina... ou n.
    melhor poesia que almoço, né?
    xero

    ResponderExcluir
  14. e sim, vc ausente. eu saudade.

    ResponderExcluir
  15. Coitado :)



    Muito interessante o blog !
    Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir...;

    www.bolgdoano.blogspot.com

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir
  16. Hihihi bonitinho e malvado Sr. Caju! Delícia seus textos!

    ResponderExcluir
  17. OLA CAJU,,COM TANTA MALVADEZA COM O POBRE DO CARAMUJO,VAIS ASSUSTAR,OS AMIGOS,
    HA,HA,HA,BRINCADEIRA,UM ABRAÇO TENHA UMA ÓTIMA SEMANA,MARLENE.

    ResponderExcluir
  18. É o danado do ciclo da vida né?
    Explica pq vc não gosta dele!!!
    Acho-o tão melodraticamente simpático...

    Bjus sabor cajuína!

    ResponderExcluir
  19. Caju de Fred, meu querido!

    As flores do mal!!!!!!!!!

    Adorei, bjocas e boa semana

    ResponderExcluir
  20. Menino, E viva a poesia! É ela que nos socorre inúmeras vezes e a ela agrademos.
    Saudações à Poesia e ao Poeta.
    Tânia

    ResponderExcluir
  21. Voce tem sido de grande inspiração, meu caro..
    Preciso aprender a poetizar as coisas simple da vida...
    Muito bom o poema...
    Parabens

    ResponderExcluir
  22. Malvado
    rsrs
    por isso, brilhante.
    Abraço

    ResponderExcluir

Salve, salve, camarada!
O Sábados de Caju
escuta o que pensa cada,
podem contar quaisquer fatos;
se a prosa for prolongada:
tem a sessão de Contatos!