sábado, 26 de fevereiro de 2011

DESPROVIDO DA SORTE

Eleve ao quadrado o azar
e assim você me obterá.

Que homem mais azarado:
em nada é contemplado.

Deus, acaso, sorte, destino...
Esqueceram desse menino?

Até na hora da morte
irá me faltar a sorte:

“o cemitério está lotado,
tente o do outro lado”.

Nem no tal ímpar ou par
tenho chances de ganhar.

Se a sorte não me quer,
vou seguir como puder.

Não vou esperar sentado
e com fé, ser sorteado.
     

35 comentários:

  1. Desprovido da sorte encontra-se no e-book Tantos Problemas, disponível para download aqui mesmo no blog.

    ResponderExcluir
  2. azar ao quadrado
    mais que a fórmula
    de um azarado
    sina do pobre,
    coitado!

    ResponderExcluir
  3. Hahaha... sábado é mais leve com cajuada!

    Uma delícia de ler!...


    Beijos =)

    ResponderExcluir
  4. Não é por acaso que sorte
    rima com morte.

    Seu blog é bonito, muito agradável.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  5. Fred, demorei a vir aqui. Só agora, acompanhando a minha mulher. Como ela disse, o seu blog agradou. E gostei deste poema também. Vale a pena seguir.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Oh, pai afasta de mim essa "sorte", ferrada e azarada demais!

    Abraços.
    ________
    Apareça para uma pinga da boa, rsrsrsrs.

    ResponderExcluir
  7. Quase sentia uma ligeira compaixão, não fosse eu ainda mais azarado... Abraço. Já agora, sabe qual é o cúmulo do azar? rsrs Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Caju

    Somos do mesmo time, portanto. rsrs

    Beijos e cajus!

    ResponderExcluir
  9. Muito bom o texto Fred!
    Como diz o Calvin, bem que o mundo podia ser injusto ao nosso favor!!!
    +D
    Abraços!!
    =***

    ResponderExcluir
  10. vc me fez lembrar o 11 mandamento das leis de Murph: nunca existe nada tão ruim que não possa piorar


    abraço

    ResponderExcluir
  11. Olá, moço poeta!

    Gosto demais dessa sua forma de fazer poesia. O ritmo dos seus poemas são sempre tão melodiosos... a gente se deixa levar por puro deleite! Adoro! :)

    Beijo grande e ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  12. é muita falta de sorte para um cabra só hahahahahaa

    ResponderExcluir
  13. Verdade, o que não dá é ficar parado esperando a vida passar né?
    Bom fim de semana querido, beijos.

    ResponderExcluir
  14. Com tanto azar assim no jogo da vida, deve estar lhe sobrando amor, mas provavelmente você não quer o que sobra e sim o que falta, verdade?!

    Depois essa roda gira e você até se cansa de tanta sorte e pouco amor...

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  15. rapaz, que beleza descobrir o seu blog, suas palavras...! o que ocorreu por conta do seu comentário (ressignificação) lá no meu... obrigado e vou me meter a explorar com calma seus textos, suas capas, seus cajus, seus sábados...

    ResponderExcluir
  16. a sorte vem pra todos cedo ou tarde...........
    é uma questão de saber esperar....


    beijosss e boa sorte hehehehe

    ResponderExcluir
  17. Caju de Fred, meu querido!!!!!

    Não há má sorte que dure, quando se tem caju pra beber até a última frase.
    Adorei, bem leve!

    Bjssssssssss

    ResponderExcluir
  18. Cheguei. A tua sorte vai mudar:)

    ResponderExcluir
  19. de sorte o mundo tá cheio.
    de azar, as pessoas estão.

    ResponderExcluir
  20. e eu desprovida de azar por encontar o 'desprovido de sorte"

    Bjo

    ResponderExcluir
  21. mas esse humor é sinal da sorte!

    beijoca!

    ResponderExcluir
  22. hahahah

    ai Fred, vamos todos andar abraçados então!



    Um beijo!

    ResponderExcluir
  23. falta a sorte
    mas não basta a sorte
    para se ser feliz

    :)
    beijos

    ResponderExcluir
  24. cemitério lotado foi ótimo!


    rsrs
    muito bom.
    bjsmeus

    ResponderExcluir
  25. Valeu pela visita! Obrigada.

    Sorte? Sou mais mesmo pela fé, pela vontade e garra. Passo a passo e... estamos lá!

    beijos

    ResponderExcluir
  26. Encrencado esse azarado...Vou fazer um verso torto, pra trazer-te sorte...e um beijo cheio de estrelas de escrevente...

    ResponderExcluir
  27. Amo o seu jeito de "poemar"!!!!
    Bjo!

    ResponderExcluir
  28. Caraca...
    A métrica é fodástica e harmônica...
    Lindo poema, meu amigo...

    ResponderExcluir
  29. Azar é deixar a vida passar, e ser adepto de "destinismos".

    Ah, só pra tu saber: sou a menina do curso de férias que falou que tu tinha comentado no blog dela. hehehe

    =)

    ResponderExcluir
  30. ...azarada sou eu de ficar um mês inteiro fazendo dieta de Caju....
    Já estava com saudade desse gostinho que só aqui consigo ter!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  31. Tá tão arrumadinho esse blog que eu chega tenho medo!

    ResponderExcluir
  32. Hehehe divertido e triste. Mas que a sorte chegue logo!

    ResponderExcluir

Salve, salve, camarada!
O Sábados de Caju
escuta o que pensa cada,
podem contar quaisquer fatos;
se a prosa for prolongada:
tem a sessão de Contatos!