sábado, 22 de janeiro de 2011

NA FLORICULTURA DA ESQUINA

Na floricultura da esquina,
que fica ao lado da padaria,
encontrei uma pá de roseiras,
mas não aquela que eu queria.
E já de saída da floricultura,
o vendedor vem me perguntar:
“Senhor, nada aqui lhe agradou?
Venha ver o setor de celular.”
Olhei pros telefones móveis
e fiz a pergunta ao vendedor:
“Preciso de um útil ao jardim,
tu tens algum com um regador?”
E o vendedor logo me disse:
“Esse modelo está em escassez
mas temos com abridor de latas,
câmera fotográfica e com mp3.”
Caindo fora da floricultura,
a mente começa a funcionar:
Vi esse aparelho na farmácia,
lá vende todo tipo de celular.
    

38 comentários:

  1. Na floricultura da esquina encontra-se no e-book Jardim da Ausência disponível para download aqui mesmo no blog.

    ResponderExcluir
  2. mobilidade da inutilidade imprescindível

    ResponderExcluir
  3. Sátira inteligente e afiada!

    Parabéns e obrigada pelos comentários lá no meu blog!

    ResponderExcluir
  4. É bom quando encontramos aqui algo que gostamos.

    ResponderExcluir
  5. Estupendo, meu querido Fred!
    Raio x do cotidino , na sua forma mais descartável... Vida descartável! Feita de necessidades criadas em laboratório.
    Abraço, amigo!

    ResponderExcluir
  6. muito bom suas palavras que ao mesmo tempo se misturam realidade e fantasias amooo muito todo o mundo da fantasia, mas é verdade sim que a realidade te transpassa mas sabedoria e vontade de viver....

    Beijossss

    ResponderExcluir
  7. Guri,

    Já passei a te seguir e colocar na lista dos blgs para melhor acompanhar teu alinhavo de palavras!

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. caju dos bons são teus tons sociais, sensoriais, sensacionais...

    beijo com flor nas mãos!

    ResponderExcluir
  9. ... adorei o comentário da Cris!
    Faço das palavras dela as minhas!...


    Beijos =)

    Li(n)do!

    ResponderExcluir
  10. Sábado, dia de comer Caju apimentado. Adoro!
    Bjocas e fds bem bacana

    ResponderExcluir
  11. Sua inteligencia é algo que consegue iluminar aos olhos,mente e coração...

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  12. a bizarrice do self service contemporâneo,


    abraço

    ResponderExcluir
  13. agora fiquei pensando... coisas tão simples como um regador e uma flor, não é em qualquer lugar que se encontra!

    Bjos!

    ResponderExcluir
  14. Melodia satiricamente prosística, perfeita e dispensável de mais um comentário ausente! Fã, sei que sou! Onde encontro teus livros Fred??

    beijosssssss

    ResponderExcluir
  15. ...traigo
    sangre
    de
    la
    tarde
    herida
    en
    la
    mano
    y
    una
    vela
    de
    mi
    corazón
    para
    invitarte
    y
    darte
    este
    alma
    que
    viene
    para
    compartir
    contigo
    tu
    bello
    blog
    con
    un
    ramillete
    de
    oro
    y
    claveles
    dentro...


    desde mis
    HORAS ROTAS
    Y AULA DE PAZ


    COMPARTIENDO ILUSION
    FRED

    CON saludos de la luna al
    reflejarse en el mar de la
    poesía...




    ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE ALBATROS GLADIATOR, ACEBO CUMBRES BORRASCOSAS, ENEMIGO A LAS PUERTAS, CACHORRO, FANTASMA DE LA OPERA, BLADE RUUNER Y CHOCOLATE.

    José
    Ramón...

    ResponderExcluir
  16. A cada dia me surpreendo mais por aqui. Texto incrível! ;D

    abraço.

    ResponderExcluir
  17. Adorei! Muitos parabéns! beijo e bom fim-de-semana! :*

    ResponderExcluir
  18. Nossa, é um retrato do nosso cotidiano... É isso mesmo.
    Beijos,

    ResponderExcluir
  19. Muito interessante teu blog!
    E o nome me deixou curiosíssima!!!!
    Voltarei mais vezes pra descobrir!!!
    Bj!

    ResponderExcluir
  20. Fred,
    contigo soma mais 'gente boa' =)

    abraços meu caro.
    obrigada pela amável visita.

    ResponderExcluir
  21. Olá Fred,
    Obrigada pela visita e pelos elogios! Volte sempre que quiser em meu blog para ler pãezinhos quentes ou beber um pouco as minhas cores!
    Abraços!
    E volte sempre! =D
    Clara

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Vi que o senhorito passou no meu blog um dia desses! Desculpe a demora pra retornar! Haha!

    Gostei daqui tambem!

    ResponderExcluir
  23. Fred tinha escrito algo tão inspirador e não sei o que aconteceu caiu o login do meu blog, e não conseguia mais entrar no meu blog. Desliguei tudo e voltei rs... olha eu estava dizendo que fazia muitas decádas que não lia algo tão bom e inovador, mas dos mais inovadores eu gostei deste, com certeza, vou sair da farmácia e entrar na farm e ver o teu e-book. Abraços, e parabéns muito bom mesmo teu poema.

    ResponderExcluir
  24. Que loucura! Mas, hoje em dia, as coisas andam assim mesmo... nada e ninguém se entendem!
    Beijo, querido.

    ResponderExcluir
  25. Fred...
    Gostei de tudo por aqui, irmão!
    Poemas voltados ao ambiental, ao urbano, aos dilemas e a sofreguidão.
    Obrigado pelos comentários...
    Estarei sempre aqui.

    ResponderExcluir
  26. gosto de todos do jardim!

    ResponderExcluir
  27. Caju dos versos suculentos...
    Celular com regador entrou pros meus objetos desejo. Preciso de um para irrigar as palavras!

    Bj

    ResponderExcluir
  28. Fred,
    adoro a sua criatividade poética !

    beijos

    ResponderExcluir
  29. Acordo fechado poeta...Vou me espelhar em vc...Prometo não estilhaçá-lo...rsrsrsr

    ResponderExcluir
  30. Adorei, perfeito.

    Celular é remédio e ainda agrada os olhos: onde vamos parar?

    Eu quero é poesia!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  31. as nossas insatisfações tem que ser sanadas de alguma forma.
    por mais que suja. errante. humana.

    gosto sempre que venho aqui.
    tuas palavras desenham sons.
    um beijo .

    ResponderExcluir
  32. incrível como não damos valor ao que é realmente valioso!

    ResponderExcluir
  33. valores modernos são mais tecnológicos que humanos, enfim

    beijos

    ResponderExcluir
  34. Grande poeta,meu nome é marcelo,tenho 18e entrei no curso de história da federal esse ano,gostei mto mesmo de suas poesias,vc tá de parabéns!!!!,eu também escrevo,se quiser dá uma passada no meu blog e comentar por lá vai sermassa.
    www.confissoesdeumpierrot.blogspot.com

    abraço!

    ResponderExcluir
  35. e pq eu entrei no orkut do dce,ai tinha umas ftos lá com o link para o orkut,como eu sou mto curioso apertei em todos,pra ver quem era q tava na gestão lá do dce,ai no teu tinha um link pra esse blog.

    ResponderExcluir
  36. Esse teu lirismo ao falar das coisas do cotidiano é simplesmente genial!!! Um grande beijo, Fred!

    ResponderExcluir

Salve, salve, camarada!
O Sábados de Caju
escuta o que pensa cada,
podem contar quaisquer fatos;
se a prosa for prolongada:
tem a sessão de Contatos!