sábado, 20 de novembro de 2010

NA PAREDE

Mentira gera
Ira na mente
Mente — Ira
   

29 comentários:

  1. Originalmente publicado em: Poetas de Marte (13/11/2010).

    Na parede encontra-se no e-book Um Título pouco Importa, disponível para download aqui mesmo no blog.

    ResponderExcluir
  2. verdade..
    não gosto de minha mente irada.
    =)

    ResponderExcluir
  3. E simples assim se desconstrói a mentira.
    Ou a ira da mente?

    legal!

    abraços e bom final de semana

    ResponderExcluir
  4. Já o havia lido lá no Poetas de Marte. Mas vale a pena ler de novo. E como! E estou falando a verdade.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  5. E se eu disser brilhante não é por amizade.

    ResponderExcluir
  6. Oxê, homem danado!

    A palavra é seu pandeiro, vc bate nela e a danada grita afinadinha.
    Mentira é um bicho cheio de pernas!

    Bjocas e até o próximo sabado, de Caju.
    Linda semana, meu querido

    ResponderExcluir
  7. É tão bom um sabado cheio de cajuína!
    e sim, é verdade! ;D
    beeijo

    ResponderExcluir
  8. Dependendo da mente a ira explode a cabeca rsrs! Beijo

    ResponderExcluir
  9. Haha... brilhante!
    Adorei a (re)construção =)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Fred, meu querido
    Às vezes o poeta pega todos os verbetes do dicionário e bate, martela, lixa, cola, gruda, pinta, borda, reborda, costura, remenda, chuleia, prega uma rendinha nas bordas do poema e nem assim fica bom...
    Já, você, de posse de sete palavras [número cabalístico: será isso?], como num passe de mágica, faz esta enormidade de poema!
    Bravo, amigo!
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  11. Primeira vejo que sinto verdade na mentira.

    :)

    ResponderExcluir
  12. Fez um bom jogo de palavras, gostei.
    Lindo domingo pra ti, beijos.

    ResponderExcluir
  13. Gosto disso,de misturar as palavras e construir todo um sentido entre elas. Como a mentIRA, causa IRA
    na MENTE.

    Gosto disso, mas não sei fazer, Rsrsrs. Parabéns.

    Beeejo,beeejo Fred.

    ResponderExcluir
  14. verdade, adoro poder de síntaxe.

    evoé!

    ResponderExcluir
  15. muito bom mesmo bem original e real
    Beijo

    ResponderExcluir
  16. Não consigo dizer tanto em tão pouco,eu acho. A Mentira - Minha Ira; fato.

    ResponderExcluir
  17. fred,

    No jogo das palavras...a mente que gira em torno da mentira ou da verdade.

    bj

    ResponderExcluir
  18. Nada como jogar com a verdade das palavras..né Caju?

    ResponderExcluir
  19. Verdade. Gera mesmo e
    dá boa poesia.
    Muito bom !

    bj

    ResponderExcluir
  20. meu espaço que eu falo de tudo hausuas

    Beijosss

    ResponderExcluir
  21. Você sempre muito bem nos posts!
    Saudades daqui *-*

    ResponderExcluir
  22. Adorei!

    Posso fundar o fã-clube?

    um abraço cibernético!

    ResponderExcluir
  23. Como o próprio nome diz,mente mente,cria mentiras,incompreensões,por isso gera ira,gera dor.

    ResponderExcluir
  24. Oi, Fred,
    muito interessante o poema!
    Carpe diem =)

    ResponderExcluir
  25. vou fazer um desenho sobre isso ou uma foto.

    ResponderExcluir

Salve, salve, camarada!
O Sábados de Caju
escuta o que pensa cada,
podem contar quaisquer fatos;
se a prosa for prolongada:
tem a sessão de Contatos!