sábado, 6 de novembro de 2010

HORÁRIO NOBRE

A audiência aumenta, a paciência reduz,
a mocinha siliconada sempre me seduz
e o vilão das oito tem os olhos azuis;
meu Deus, aonde isso tudo me conduz?
    

15 comentários:

  1. Originalmente publicado em: Cronisias (17/09/2010).

    Horário nobre encontra-se no e-book Consumo Imediato, disponível para download no blog.

    ResponderExcluir
  2. Pergunta oportuna, importante e necessária!
    Para onde, meu querido amigo, grande poeta?
    Enorme abraço, impregnado do perfume da admiração, amigo Fred...

    ResponderExcluir
  3. para o próximo capítulo, enquanto houver


    abraço

    ResponderExcluir
  4. Fred,
    A penas, mas desejo que isto te conduza
    - apenas - a uma boa poesia.

    abraços

    ResponderExcluir
  5. haha! aqui tem de tudo, até racionais mesmo (:
    KASOOSAKOSKOKS

    adoorei *-*
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  6. simples à um mundo de fantasias...
    Beijos linda retratação dos tempos modernos

    ResponderExcluir
  7. Cajú, poeta dos meus sábados,

    Essa sua ironia me instiga e me inspira.
    Horário nobre é sábado de cajú!

    Bjs e bom fds, meu querido!

    ResponderExcluir
  8. Ao vazio existencial.
    Muito bom !
    Adorei.
    Beijão

    ResponderExcluir
  9. Diretinho para um selo muito merecido? Sei bem que você nem precisa deles, mas queria fazer a homenagem, aí está: http://borboletasnosolhos.blogspot.com/2010/11/acabou-nosso-carnaval.html

    ResponderExcluir
  10. passando pra dizer que eu te fiz um selo especial no meu blog passa lá para pegá-lo depois
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Hehehe

    Gostei do hum,or.

    O Mundo televiso nos conduz ao abismo meu querido, num quase sempre, salvo as grandes exceções.

    Bjoquitas

    Erikah

    ResponderExcluir

Salve, salve, camarada!
O Sábados de Caju
escuta o que pensa cada,
podem contar quaisquer fatos;
se a prosa for prolongada:
tem a sessão de Contatos!