sábado, 9 de outubro de 2010

RETRANCA BRANCA

Não, Alberto da Cunha Melo
não parou com seus octossílabos,
nem parou de experimentar
o que a linguagem oferece;

a tua morada te espera:
Recife, Olinda, Jaboatão,

todos querem te receber,
os versos contados e livres,
brancos, rimados e ritmados

— após quarenta anos de luta,
o poema que te faz oração.
   

21 comentários:

  1. Originalmente publicado em: Poetas de Marte (12/03/2010).

    Retranca branca encontra-se no e-book Contradições Coerentes, em breve disponível para download no blog.

    ResponderExcluir
  2. Lindo, Fred!
    Adorei, amigo.
    Tenha um sábado excelente!
    Grande abraço, querido!

    ResponderExcluir
  3. maravilhoso! é por isso que todo poeta espera o momento da oração,

    beijos

    ResponderExcluir
  4. um poeta dez falando de outro poeta dez

    ResponderExcluir
  5. Lindissimo

    :)

    Otima noite de sabado pra ti!

    ResponderExcluir
  6. Caju,

    Do encontro de poetas, sempre ganhamos rezas.
    Todo dia é dia de poeta.
    Parabéns, meu amigo versador
    Bjssssssssssss

    ResponderExcluir
  7. Sagradas são as palavras...ainda que algumas vezes sejam elas tb profanas.

    Apreciando tua casa,deixo-te um beijo, que te chegue ainda morno.

    Erikah

    ResponderExcluir
  8. E a linguagem oferece um mundo de possibilidades.

    ResponderExcluir
  9. Ei Caju, gostei muito do seu cantinho, és bom com as palavras, me parece ter uma pitada de irreverente...as palavras devem ser sempre delicadamente soltas, embora calar por vezes seja necessário, a palavra tem seu poder secreto!!!

    ResponderExcluir
  10. Fred, e o mesmo passa contigo:
    "todos querem te receber,
    os versos contados e livres,
    brancos, rimados e ritmados".

    Eu venho e puxo a cadeira.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. adorei as lindas palavras escritas, adoro rimas, e você faz isso muito bem...
    Você faz faculdade de letras ou fez??
    beijos bom sábados de caju pra você amigo

    ResponderExcluir
  12. cara o sucesso mora aqui, me empresta uns seguidores aí que eu vou abrir uma filial kkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  13. Legal, cara, muito bem escrito!
    Abraço

    ResponderExcluir
  14. Olá, Fred.

    Aqui, conhecendo o seu espaço... maravilhoso, diga-se de passagem! Amei tudo por aqui!

    Seus poemas são ótimos! Parabéns pela sensibilidade e criatividade!

    Sigo-te, para não perder mais o caminho dos cajus... rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. No meu blog só aparecem os melhores,rapaz! haha
    É sempre bom te ler.

    ResponderExcluir
  16. Clau deve estar orgulhosa!

    ResponderExcluir
  17. leiam a entrevista que esse jovem me consedeu no no blog POETAS DE MARTE: http://poetasdemarte.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Que bonita homenagem.
    Alberto era amigo,
    quando eu mal vivia.
    Como faz falta.

    ResponderExcluir

Salve, salve, camarada!
O Sábados de Caju
escuta o que pensa cada,
podem contar quaisquer fatos;
se a prosa for prolongada:
tem a sessão de Contatos!