sábado, 14 de agosto de 2010

CACTOS

Dos cactos, a sua resistência:
convive com a privação
e faz dela sua companhia
neste mundo de negação;
mesmo assim, têm a insistência
de sobreviver dia após dia.
   

16 comentários:

  1. Originalmente publicado em: Cenário Invisível (30/07/2010).

    Cactos encontra-se no e-book Pentágono, disponível para download aqui mesmo no blog.

    ResponderExcluir
  2. em condições de seca o cacto acostumado com pouqíssima água sobrevive. Para nos ensinar que o pouco pode ser abundante dependendo da nossa capacidade em absorver, usufruir. :)

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo, fred!
    Muito lindo!
    Aliás,identifico-me demais com você nestes versos( e em outros também), pois o cacto, realmente, me provoca as mesmas impressões que você, lindamente, canta nos seus versos...
    Grande abraço, entremeado de gratidão pela visita queme fez!

    ResponderExcluir
  4. COMENTANDO SEU COMENTÁRIO
    Fred! Este novo ânimo,/ felizmente não se vende/ É oásis,oferenda,/ vem de algum ser onipresente/ que tem me dado precisiosidades/Ora veja! Uma divindade a me mimar!/ E eu que não sou descrente,/ não ouso a este mimo negar,/ me entrego toda, inteira,/ e reitero com isso minha gratidão,/ a esta força inominável faço minha louvação,/ poetizando a vida/e nela tudo o que há.

    SOBRE CACTOS

    Já fui um deles, um dia

    ResponderExcluir
  5. É foda estar tudo aqui assim...
    Sei não, seu moço!

    ResponderExcluir
  6. sobre cactos ergui meus pactos,


    abraço

    ResponderExcluir
  7. Fred, fazendo uma tabela, eu posso perfeitamente lhe devolver o comentário sobre o poder da simplicidade. A imagem dos cactos é muito fecunda! Num certo sentido somos todos cactos resistentes, sobrevivendo contra uma (aparente?) privação de sentido da vida.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  8. Pois é, Caju! E contra a modernidade e seus relógios, há a resistência e a insistência dos cactos em cada um de nós.

    =*

    ResponderExcluir
  9. Lindo este seu lugar.. muito bom!!
    =)

    ResponderExcluir
  10. blogs de poetas é sempre bom
    parabens aos textos!!
    t+!!

    ResponderExcluir
  11. Tão lindo quanto sobreviver dia após dia, em meio à falta quase absoluta, é ainda arranjar um jeitinho de se embelezar com aquelas florzinhas brancas, não acha?

    ResponderExcluir
  12. Resistir contra tudo - o cacto como símbolo dessa resistência.

    ResponderExcluir

Salve, salve, camarada!
O Sábados de Caju
escuta o que pensa cada,
podem contar quaisquer fatos;
se a prosa for prolongada:
tem a sessão de Contatos!