sábado, 22 de maio de 2010

POEMA DA OFERTA

Se um tosco poema
resolve o problema,
sinta-se em casa,
o poema é pra você.
Abra as suas asas
você fez por merecer,
voe o quanto puder
conserve a sua fé
e não tema a altura,
voe sem preocupação
comigo estarás segura
não importa a ocasião.
   

10 comentários:

  1. Originalmente publicado em: Poetas de Marte (04/12/2009)

    Poema da oferta encontra-se no e-book Pentágono, disponível para download aqui mesmo no blog.

    ResponderExcluir
  2. Compensando minha ausência no último sábado...

    Te amo.

    Assim mesmo: em dobro.

    ResponderExcluir
  3. esse é o único blog que tem um Layout com cara de tira gosto kkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Bela oferta, poeta. Percebo uma delicada metáfora acerca do amor reluzindo nas entrelinhas deste "tosco poema": o amor, como o pássaro, deve sentir-se livre para voar.

    Beijos,
    Ane

    ResponderExcluir
  5. Esses cajus e esses poemas parecem uma oferenda só! :]

    ResponderExcluir
  6. hum..

    é uma gracinha isso aqui.

    gostei do crú.

    abracinho

    ResponderExcluir
  7. Que espaço delicioso ;) Poema que passa confiaça, que exprime liberdade.

    ResponderExcluir
  8. Gostei demais da conta. Obrigada pela visita e pelo comentário. Virei seguidora e vc virou um dos meus preferidos. Abracinhos doces.

    ResponderExcluir

Salve, salve, camarada!
O Sábados de Caju
escuta o que pensa cada,
podem contar quaisquer fatos;
se a prosa for prolongada:
tem a sessão de Contatos!